“DESAFIOS DA UNIVERSIDADE NA SOCIEDADE DO CONHECIMENTO”

GCI
Pub.:05/10/2011



Teve lugar no dia 27 de Setembro de 2011, na Universidade Técnica de Angola – UTANGA uma mesa redonda intitulada “Desafios da Universidade na Sociedade do Conhecimento”.

Os Prelectores foram: Prof.ª Dr.ª Teresa Neto – Magnífica Reitora da Universidade Metodista de Angola, Prof. Dr. Augusto Caetano – Decano da Faculdade de Gestão e Ciências Económicas da UTANGA e o Prof. Dr. José Henriques Leitão - Docente da UTANGA. E o moderador foi o Docente da UTANGA, Dr. Fernando Marques.

A Prof.ª Dr.ª Teresa Neto, fez uma abordagem sintética do tema, começando por questionar, que sociedade e que universidade se refere. E acrescenta que é imprescindível entendermos os conceitos desses dois elementos para podermos fazer o devido enquadramento no contexto pretendido. E continuando, a Dr.ª Teresa disse que dentro da Universidade é necessário pensarmos na Ciência e na questão da Técnica. E na sociedade temos que pensar na questão cívica, moral e nos problemas que a própria sociedade enfrenta. “Os estudantes, ao entrarem para a academia, já podem ser considerados cientistas”. Ainda, no decorrer da sua palestra, realçou que os desafios da universidade são inúmeros, mas, que cabe aos autores do ensino trabalharem para superá-los. “Nós viemos para a Universidade para ajudar a melhorar os serviços dentro da sociedade, por isso, a diversidade de áreas de conhecimento. E a questão principal é qual o contributo que devemos dar dentro da nossa área de formação. 

Por sua vez, o Prof. Dr. Augusto Caetano começou a sua palestra dizendo que a Universidade é uma instituição pluridisciplinar, cujo objectivo fundamental é leccionar uma quantidade de disciplinas para formar homens que se pretende. “O mundo de hoje tem nos apresentado técnicas que possibilita aos “deficientes” se ingressarem ao ensino nas universidades…O que caracteriza as grandes universidades, não são somente as infra-estruturas, o tamanho do espaço físico, mas sobretudo a qualidade do ensino, dos professores e pesquisadores que lá se encontram.” Ainda durante a sua intervenção sobre o tema do debate, Dr. Caetano frisou que a Universidade deve formar cidadãos críticos e participativos para ajudar a melhorar com ideias as questões sociais.  

De acordo com a palestra do terceiro prelector Dr. José Leitão, a questão inicial é o conhecimento. “Queremos conhecer o próprio conhecimento, porém ele já está connosco. A estratégia que deve ser adoptada passa pela mobilização de recursos, permitindo que a própria universidade se desenvolve e faz desenvolver a economia também”. Acrescentou, “O reforço do conhecimento, ou seja investir na pesquisa, na tecnologia e conhecimento é investir no próprio desenvolvimento do país”. Nesta senda, o prelector citou o exemplo do Japão, que sendo um país com escassos recursos naturais e pequeno em dimensões territoriais atingiu um alto nível de desenvolvimento, investindo no conhecimento. 

        

        

        

        

        
        

       
Voltar






 
 
Top

Site optimizado para 1024x768 Internet Explorer 8.0